sábado, 7 de fevereiro de 2015

Para Meister Eckhart

A gente acredita na carne
no corpo
na certidão de nascimento
mas, no fundo
a gente é só sensibilidade
um empréstimo do tempo
que corre ao encontro do Tempo
onde tudo se dissolve
a forma é um empréstimo do Eterno
há sempre um rio imóvel ao lado do rio que corre
& todos temos na alma
um pouco de Eterno
Quando mergulhamos mais fundo, mestre
agora sei
não há identidade
Imposto de renda
IPTU
só existe o abismo
Ab-Grund da alma
onde o rio que passa encontra o rio imóvel
onde o tempo que passa encontra o Tempo Eterno
é aí, neste lugar ao qual a solidão conduz
que encontraremos deus:
redivivo
mistério do imóvel naquilo que transcorre
tecelão do ser
faísca que nos faz infinitos.
Em cada riso
em cada lágrima
em cada ruga
mora um vestígio do Absoluto
& tudo será como deve ser

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

GOD

Arte é um conceito por meio do qual medimos nossas dores
I´ll say it again
Arte é um conceito por meio do qual medimos nossas flores
Eu não acredito em Estilo
Eu não acredito em bon goût
Eu não acredito na indústria do livro
Eu não acredito na livraria cultura do conjunto nacional
Eu não acredito em Galerias de Arte
Eu não acredito em vanguarda
(em Arte não há progresso)
Eu não acredito em teorias estéticas
Eu não acredito em Proust
Eu não acredito em Joyce
Eu não acredito em António Lobo Antunes
Eu não acredito em Valéry
Eu não acredito em Lukács
Eu não acredito em Theodor W. Adorno
Eu não acredito em Roland Barthes
Eu não acredito em Greenberg
Eu não acredito em Harold Bloom
Eu não acredito nos irmãos Campos
Eu não acredito em Scarlett Marton
Eu não acredito em Muller-Lauter
Eu não acredito no colóquio Heidegger, no colóquio Nietzsche
Eu só acredito no Mistério
Na Vida e no Mistério
O sonho acabou
O que mais posso dizer?
O sonho acabou
Ontem