sábado, 7 de fevereiro de 2015

Para Meister Eckhart

A gente acredita na carne
no corpo
na certidão de nascimento
mas, no fundo
a gente é só sensibilidade
um empréstimo do tempo
que corre ao encontro do Tempo
onde tudo se dissolve
a forma é um empréstimo do Eterno
há sempre um rio imóvel ao lado do rio que corre
& todos temos na alma
um pouco de Eterno
Quando mergulhamos mais fundo, mestre
agora sei
não há identidade
Imposto de renda
IPTU
só existe o abismo
Ab-Grund da alma
onde o rio que passa encontra o rio imóvel
onde o tempo que passa encontra o Tempo Eterno
é aí, neste lugar ao qual a solidão conduz
que encontraremos deus:
redivivo
mistério do imóvel naquilo que transcorre
tecelão do ser
faísca que nos faz infinitos.
Em cada riso
em cada lágrima
em cada ruga
mora um vestígio do Absoluto
& tudo será como deve ser

Um comentário:

Anônimo disse...

Sinto saudade das suas escritas! =/