terça-feira, 6 de janeiro de 2009

MEU CORAÇÃO ESTÁ SUJO

Meu coração está sujo
Repleto de hemorróidas vermelhas
Perdi-me na ilusão do que sonhei ser
Meu nome é Vergonha
É necessário tanto sofrimento pra inventar a beleza?
É necessária tanta morte pra criar um pouco de vida?
Meus dedos são crisântemos cutucando o sorriso dos mortos.
Sou a decepção de todos que apostaram em mim
E eu tenho medo
Meus olhos estão turvos
Eu olho sempre pra baixo
E tenho medo
Um piano me diz que talvez eu pudesse voar
Mas este ar de agora é sempre mais denso
Deus me abandonou
O Diabo me abandonou
Esse vazio é pior que uma cova aberta
Eu gastei todos os perdões que recebi
Ninguém mais crê em mim
Eu tenho câncer nos dentes
E levo o inverno nas algibeiras
Se ao menos eu pudesse chorar!
Se ao menos eu conseguisse bater a cabeça na parede até o fim.
Não há mais pássaros no céu
Não existem mais cães nos meus braços
Não existe mais nada além...
Quero morrer
E que ninguém vá ao meu funeral.

4 comentários:

Adriana disse...

Porra!!! Sem palavras. Beijo.

JC disse...

Texto(poema) com uma linguagem muito forte.
Para alcançar a paz por vezes é preciso a morte. É uma situação que acho que não agrada a ninguém. Mas quem consegue evitar a guerra para chegar à paz? Apenas o ser humano e o ser humano por vezes é demasiadamente egoísta.
Um abraço

Marisa Prado Lopes disse...

Descordo: nao se precisa de morte pra se alcancar a paz!
Ser humano quem complica as coisas mais simples da vida!
Teus textos/poemas sao riquissimos como sempre de gds expressoes!
Abracao
Ma'

Henrique disse...

auhauhau hemorróidas no coração foi ótimo!!!!!!!!

Que deus e diabo? Há muito mais coisa entre o céu e a terra do que se supõe nossa vã filosofia? Dá pra ser agnóstico, ateu, panteísta, materialista, existencialista, etc.