quinta-feira, 4 de setembro de 2008

ONDE O AMOR NÃO FLORESCE

Baby,
Você saiu pela tangente
Dos meus planos.
Lembra-se daquela viagem?
Admito,
Ainda é uma miragem
E anda roubando meus sonhos
Embora de passagem
Como teus beijos infames...
Baby,
Onde você pisa
O amor não floresce...
Como uma peça sem conserto
Ou emenda com arames
Abrirei minhas comportas
E mandarei com uma descarga
O amargo dos vexames
Que restou de nós
E de um amor
Com aparência de sol...
Baby,
Onde você pisa...

Luciano Fraga

Sentiram o peso? Meio banda Terço, meio banda Peso, meio Casa das Máquinas?... "abra que eu quero ver...?" Meta-se nisso umas guitarras progressivas e um puta baixão. Enfim visitem o blogue:

http://versoseperversos.blogspot.com/

14 comentários:

biazinha disse...

O amor frustrado não floresce: é erva daninha.
Excelente poema!

Beijos.

Luciano Fraga disse...

Caro pianista, muito grato pela publicação, boa vontade, recíprocidade,coração,acho que a poesia tem essa força, misturada com esperança de fazermos um mundo melhor, grande abraço.

Xavier disse...

letras para ervas daninhas...

Marcia Barbieri disse...

Homenagem muito mais do que merecida. Quero ler você sempre Luciano, gentil amigo.
Beijos pra você amigo e mais outros tantos e ternos para Dan.

Luciano Fraga disse...

Márcia, grato pela consideração, temos que cultivar novas amizades e tentar transformar este mundo em algo que seja leve e profundo,felicidades, beijo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gostei do poema. Amigo, devido a problemas com o computador, só postei a crítica a um filme que todos já viram, mas que merece ser visto 555 vezes, e poesias. Conto com vc.
Um beijo,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Ingrid Guerra disse...

Enquanto uns fazem rimas, outros (fazem) obra prima.
Grande abraço.

Camilla Tebet disse...

Meio casa das máquinas de "Palco abandonado
Onde nós sobrevivemos virgens". Entendi.

f@ disse...

..." Aparência de sol " no poema
beijinhos das nuvens

O empírico disse...

Às vezes é assim mesmo que acontece.

Marcia Barbieri disse...

Dan,

é só pra me ver.
Beijos,te amo

marcio m disse...

Daniel,bela homenagem, o Luciano é um ótimo poeta.Digno de muitas honrarias.




Te linkei no meu blog.
Grande abraço.

On The Rocks disse...

meu caro daniel,

já faz um tempinho que passei por aqui, mas pode deixar que eu não esqueci.

luciano é meu amigo e um poeta muito sensível. dos melhores que conheço.

valeu pela homenagem,

abs,

tarcísio.

Anônimo disse...

necessario verificar:)