terça-feira, 5 de agosto de 2008

Poemas do Podrão - 1



A mulher que pilota o trêm

Dedicado a todos os poetas abstratos

Você é tão maniqueísta*,
ainda ontem sonhei
que você tava jogando pedra no meu cachorro
E plantando maconha no meu quintal.


* Ou seria maquinista?

Podrão é vocalista da banda punk Matéria Fecal.

4 comentários:

Anderson Cádor disse...

Estou aqui pensando...
A poesia, por vezes, me pega pelo pé...

Abraço, Daniel.

Adriana disse...

Gostei do poema. Seu blog tem coisas muito boas.

Alice disse...

Sonho bom. Se fosse verdade...

Um abraço.

Letícia

e algo sobre escrever...

"If you must write prose or poems
The words you use should be your own
Don't plagiarise or take "on loan"
'Cause there's always someone, somewhere
With a big nose, who knows
And who trips you up and laughs
When you fall
Who'll trip you up and laugh
When you fall."

(The Smiths in, Cemetry Gates)

Penso nisso às vezes... ou quase sempre.

Se cuida.

Marcia Barbieri disse...

Acho que não comentarei nada, estou aqui entre tampas e panelas...é menos poético, mas com certeza mais necessário.

Marcia,às vezes.