quinta-feira, 7 de agosto de 2008

JOÃO E JOANA

Todos os dias na hora do almoço Joana ligava para João
Então ele largava a marmita e ia correndo ouvir o amor e sorrir,
Na Simplicidade.
Um dia porém Joana não ligou
Então João esperou
Primeiro foram cinco minutos
Cinco dias
Cinco meses
E hoje são cinqüenta anos.
A firma faliu
O prédio foi derrubado
A rua já nem existe mais,
Mas João até hoje não saiu do lado do velho telefone preto
Onde continua esperando Joana ligar
E Joana não liga, porra!

3 comentários:

Marcia Barbieri disse...

Estou esperando o telefonema, será que terei que esperar como João?

Beijo, te amo
Marcita

Marcia Barbieri disse...

Parece que já passaram cem anos e Joana não ligou.Liga Joana,acaba coma minha agonia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Te amo
Marcita

Anderson Cádor disse...

A esperança é a última que morre...
Quem sabe ainda dá...

Abraço, Daniel.