segunda-feira, 18 de agosto de 2008

FADO, FADO

3 comentários:

Ricardo Jung disse...

afff

pára com isso, homem do saco!


medo...

biazinha disse...

Linda essa pintura!

LEIA SILAS Literatura Contemporânea disse...

POEMA 'ÁRVORE DA VIDA' - SILAS CORREA LEITE



Escrito por Silas C. Leite, de Itararé

Leve uma árvore para morar com você
Na sua rua, na sua casa, no seu quintal, no seu pomar
Na sua sala ou no seu jardim de estar.
Ela será a sua verdadeira menina dos olhos
Uma moça folhuda de brilhos e movimentos verdes
O seu amor, seu animal de estimação que faz fotossíntese
Com tantas flores, frutos, carinhos e bênçãos
Uma espécie de objeto de prazer para você
Como uma música, um filme, um desenho, um livro, um bebê
E ainda colocará graciosa beleza natural
No entorno todo de sua paisagem existencial
Além de você não precisar sair, levá-la para passear
Pois ela em si mesma é uma viagem de brilho e luz singular
Dará brotos, tons, passarinhos, matizes e odores de essências ricas
E ainda beleza frondosa, oxigênio, ar
Será sua sombra amiga, seu amparo de estética salutar
Como se da família; uma filha, uma sobrinha, uma neta, uma parente
E da família das árvores humanas, certamente.
Ela dará herdeiros garbosos e sementes importantes de beleza
E a nossa maravilhosa grande mãe, a sábia e poderosa natureza
Terá você como um dono, ou um pai dessa árvore-filha florida
E você dará água e amor, cuidados e afetos de uma pessoa querida
Pois graciosamente um dia levou para casa, para morar com você
A árvore da vida.
-0-
Silas Correa Leite – Itararé-SP