sexta-feira, 25 de julho de 2008

Enfim, a calma




Não há coisa mais bonita e nem melhor do que minha cachorrinha e meus filhos brincando numa manhã de Sol, e eu sem ressaca, de bem com a Márcia. Depois de tanto tombo, entendi tudo. Não preciso ser Escritor, essa ânsia de ser grande, de ser o maior, de mostrar a todos tudo o que faço, o que eu preciso é escrever e isso eu já faço. Se faço bem ou mal, é outra coisa. Mas escrevo sempre.

Um comentário:

Germano Xavier disse...

Eis a sabedoria, meu camarada.
Eis a sabedoria...

"Ó, minha alma, não aspires
a uma existência de imortal,
mas goza plenamente
tudo o que esteja ao teu alcance."

Píndaro (522-448 a.C.)

Abraço de estima.
Germano Xavier